21 de dez de 2015

NATAL: Porque não celebramos?



Shalom meus amores! Como vocês estão?! O Post de hoje será sobre o Natal, uma vez que o mundo está no clima de festa decidi falar sobre este assunto. Antes de começar o post, quero deixar claro que não tenho intensão de causar transtorno na vida daqueles que celebram o Natal, mesmo porque, cada um é livre para fazer o que quiser. Apenas  quero relatar e esclarecer o motivo pelo qual alguns Cristãos - assim como eu - não celebramos o Natal. Isso não significa que ignoramos o nascimento de Jesus, mesmo porque Ele não teria morrido na cruz por nós se não tivesse nascido, não é verdade?

Se você quer saber mais sobre o assunto, continue lendo. Caso não concorde com o mesmo, leia também ou ignore se quiser.



Usarei a cor vermelha para representar o sangue e sacrifício de Cristo na sua crucificação e não porque é a cor escolhida para o Natal.

Se Jesus é tão importante, porque só é lembrado no mês de Dezembro pela grande maioria?

A intenção dessa pergunta é te fazer refletir desde já, antes mesmo de ler qualquer coisa que eu escreva aqui. Se Jesus é tão importante, porque nas festas de Natal há bebida alcoólicas? "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissenções, facções, invejas, bebedices, glutonarias e cousas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais cousas praticam" (Gálatas 5:19-21). Porque possui músicas que abordam desrespeito? “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”. (Filipenses 4:8)  Porque Ele foi esquecido durante todo o ano e só foi lembrado naquele exato dia? "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto." (Isaías 55:6) "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração." (Jeremias 29:11-13) Se Jesus é tão importante, porque as pessoas não obedecem Seus mandamentos, Suas vontades? "Respondeu Jesus: 'Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento'. Este é o primeiro e maior mandamento.  E o segundo é semelhante a ele: 'Ame o seu próximo como a si mesmo'. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas". (Mateus 22: 37-40) Se Jesus é tão importante, porque colocam o Papai Noel em Seu lugar? Não me recordo de ver uma cruz na televisão e/ou aonde quer que passo, geralmente símbolos natalinos cujo enfatizam o Papai Noel são mostrados. "Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem esculpida, nada que se assemelhe ao que existe lá em cima, nos céus, ou embaixo na terra, ou mesmo nas águas que estão debaixo da terra. 5Não te prostrarás diante desses deuses e não os servirás, porquanto Eu, o SENHOR teu Deus, sou um Deus ciumento, que puno a iniquidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração dos que me odeiam, 6mas que também ajo com amor até a milésima geração para aqueles que me amam e guardam os meus mandamentos."(Êxodo 20:3-6)

25 DE DESEMBRO
 Data oficializada por Roma

Segundo estudos, o Natal é celebrado em 25 de Dezembro, data mais comemorada nas nações pagãs. Até o século III, o Egito e a Palestina tinham como datas festivas de 25 a 28 de Março. A Síria comemora Natal dia 6 de Janeiro e alguns países do Oriente Médio comemoram o Natal no dia 25 de Março. Segundo Renê Terra Nova Roma celebra no dia 25 de Dezembro para que fosse oficializado o Natal cristão. Isso não partiu de um genuíno cristão, mas de Roma. A celebração desse Natal não vem por um decreto bíblico, muito menos de Jesus.

A história indica, desde a época do ano 6 d.C., que Jesus nasceu em Setembro ou começo de Outubro. Jesus nasceu em Setembro/Outubro e Roma transferiu para Dezembro. Por quê? Porque Constantino, aproximadamente em 336, celebrou o primeiro natal pagão casado com os cristãos e isto debaixo de imposição, de opressão. Muitos resistiram e morreram durante esse contexto histórico, porque não se submeteram a tamanha aberração, dizendo que não aceitavam o paganismo. Cristãos europeus também resistiram e muitos, ao longo da história, morreram ao fio da espada ou enforcados, e o argumento de Roma era que eles não eram cristãos.


O Natal, além de ser uma celebração pagã oficializado por Roma, trata-se de uma visão de Jesus Cristo equivocada. O seu nascimento foi primordial na Terra, mas para que Ele pudesse nos salvar, uma vez que era o Único que poderia ressuscitar, assim pagando o preço dos nossos pecados. A data de Seu nascimento não foi publicada na bíblia. Deus declarou que todos os que pecarem morrerão, tanto fisicamente quanto espiritualmente. Este é o destino de toda a humanidade. 

Entretanto, Deus, em sua graça e misericórdia, providenciou uma saída para esse dilema, o sangue derramado de seu Filho perfeito na cruz. Deus declarou que "sem derramamento de sangue não há perdão" (Hebreus 9:22), mas através do derramamento de sangue, a redenção é fornecida. Foi por isso que Jesus veio e morreu, para se tornar o definitivo sacrifício final, o sacrifício perfeito por nossos pecados (Colossenses 1:22, 1 Pedro 1:19). Por meio Dele, a promessa de vida eterna com Deus torna-se efetiva por meio da fé para aqueles que acreditam em Jesus: "a fim de que a promessa, que é pela fé em Jesus Cristo, fosse dada aos que creem" (Gálatas 3:22). 


SIMBOLOGIA

Vamos aprender a interpretar a simbologia do Natal, através de enfeites que, para muitos, são lindos e por este motivo compram para enfeitar seus lares. Saiba que, nem tudo que reluz é ouro e nem tudo que é lindo é bom.



A árvore de Natal ressuscita um deus pagão chamado Ninrode e faz reviver Talmuz. No ocultismo ou nas religiões orientais, os espíritos dos antepassados são invocados por meio de uma árvore. A árvore de Natal é um ponto de contato que os deuses gostam. 



 A vela é um ritual pagão dedicado aos deuses ancestrais; a vela acendida está fazendo renascer o ritual dos solstícios, mantendo vivo o deus sol. Dentro das escolas que estudam o paganismo, as velas são chamadas de demônios; é a simbologia de manter os demônios vivos. As velas não têm relação alguma com as luzes do candelabro judaico – Menorah. As velas consagradas a demônios são de base perigosa. Estamos nos referindo às velas dos rituais profanos. Não devemos generalizar ou cair no fanatismo. Você não precisa deixar de usar velas, quando necessário, para alumiar ambientes ou como decoração.



São um símbolo relacionado ao deus Apolo, trazem honra a Zeus, homenageiam a Demeter que em latim é Ceres, ou seja, Semírames, a mãe de Tamuz, mãe e esposa de Ninrode. Era um cerimonial oferecido a Ninrode, Semírames e Tamuz. E onde elas estão? Na porta das casas, das lojas, dos consultórios... Também reproduz a ideia da virgem que dará à luz um filho e essa virgem se apresenta com a guirlanda na sua cabeça e a espiga de milho na sua mão, dando sinal de fertilidade. No Egito, aparece como Ísis e Osíris; na Índia, como Isva e Isvra; na Ásia, como Cibele e Dionísio; em Roma, como Fortuna e Júpiter; na Grécia, como Irene e Plutos; na Babilônia, como Semírames e Ninrode. Todos eles exigiam as guirlandas. Trata-se de um portal satânico o qual permite a entrada de demônios, por isso o seu lugar é na porta.


 O presépio é um altar a Baal, consagrado desde a Antiguidade babilônica. É um estímulo à idolatria. São Francisco, no séc. XVIII, enquanto um dos líderes da Igreja Católica, instituiu o presépio para lembrar as festividades natalinas, na verdade uma convocação que leva o povo a ficar com a fé limitada ao material, ao que é palpável. 


Papai Noel não é um santo, é um ídolo. Você só tem um papai, que é Deus. Não podemos receber Noel no lugar de Deus! Nós só temos um Pai espiritual.  O objetivo principal das trevas é arrancar a nossa visão de Cristo e trazer figuras de substituição, fazer crescer no coração do povo uma visão errada do que é o Reino de Deus. 



O ritual nórdico exigia que eles fossem para as montanhas de madrugada e lá chorassem em sacrifícios. Esperavam os primeiros raios de sol da manhã e entregavam presentes uns aos outros, em adoração, dizendo: ‘que você jamais esqueça dos deuses sobre nós’. O presente significa eternizar o pacto, trazer a ‘bênção’ dos deuses. Tertuliano, teólogo católico, disse que não podia compactuar com essa mentira, o sol nunca pode ser deus, porque o Deus dos cristãos foi aquele que criou o sol.

O diabo veio para matar, roubar e destruir. Por este motivo, faz do pecado um baquete e oculta suas consequências afim de ganhar mais um pecador. Ele transforma ruína em paraíso para cegar os seus olhos e fazer com que você faça a vontade dele sem pensar duas vezes. Ele conhece o ser humano e sabe o quão fraco pode ser, ganhando muitas vezes a vitória de te destruir sem que você saiba disso. Assim como o Natal, ele investe 24 horas na destruição das pessoas; e mais que muita gente ele conhece a Bíblia de capa a capa, sabe da Palavra de Deus mais do que todos e investe na contradição de modo favorável afim de ganhar.


A CRUZ ESTÁ VAZIA PORQUE ELE VIVE E VOLTARÁ PARA BUSCAR A SUA IGREJA!



O nascimento de Jesus teve um propósito: Morrer para salvar você! Não foi para comemorarmos o Seu aniversário e muito menos ser lembrado uma vez por ano. Foi através do Seu sacrifício que hoje podemos nos reconciliar com Ele, temos a chance de nascer de novo, podemos AINDA garantir nosso galardão no Céu. Se esse não fosse o seu propósito, Jesus não teria nascido, porque Ele já existia muito antes de existir o mundo. A Igreja de Jesus protesta o Jesus-menino, porque a Igreja que vive no Natal está presa numa celebração de nascimento, e não vai poder participar do momento glorioso de preparar o caminho para que Ele venha buscar Sua Igreja. Deus deu o grito aos remanescentes dizendo: ‘preparem o caminho do Senhor!’ Deus levantou a você e a mim para que juntos pudéssemos permitir a abertura desse caminho. Somos a sua Igreja viva e comprometida.

Que o Senhor nos dê sabedoria para Celebrarmos somente o que é Dele! E eu declaro em Nome de Jesus quebrantamento de todos que lerem este post. Amém!

 Não tenho intensão de causar transtorno na vida daqueles que celebram o Natal, mesmo porque, cada um é livre para fazer o que quiser. 

Matéria completa: PARTE 1 | PARTE 2 | PARTE 3 | PARTE 4


About the Author

Wasim Ahmad

Blogger

I am the founder of this blog if you like my tuts , follow me

8 comentários:

  1. Ótimo texto e fiquei sabendo coisas que eu não sabia, na minha igreja comemoramos o Natal e sabemos que tudo que vemos por ai e tudo comercial. Belo blog.
    Que Deus te abençoe. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que o verdadeiro Natal esteja em nossos corações. Obrigada pelo carinho Ana!

      Volte sempre <3

      Excluir
  2. MUITO BOM! Que o verdadeiro Natal exista em todos nós! GRANDE BEIJO!!!! (você é linda)
    www.chadefirulas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você que é linda <3

      Obrigada pelo carinho Laís! Volte sempre ;)

      Excluir
  3. Muito legal esse post! Gostei muito!
    Primeira vez que visito seu blog, adorei!
    Beijinhos ;*
    http://ideiascoloridas.tumblr.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda!
      Obrigada pelo carinho e volte sempre Ju <3

      Excluir
  4. Parabéns pelo post..muito bom.
    Infelizmente para muitos Jesus só é lembrado nessa época do ano.
    Que possamos Celebrar o verdadeiro natal: JESUS CRISTO.
    Um abraço amiga.

    http://novembrolilas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Contact us